domingo, 20 de novembro de 2016

REZA A LENDA



1. A crença na reencarnação ou transmigração de almas admite que a alma humana possa assumir outros corpos após a morte física ou biológica, sendo um processo comum e diário para todas as almas encarnadas nos diversos planetas do universo. Neste caso, ocorreriam existências sucessivas. O processo de reencarnação tem buscado conduzir as almas humanas a um determinado grau de perfeição ou a esferas espirituais onde habitam os seres de luz. O homem na sua origem pré-mortal foi um ser espiritual e para adquirir consciência e liberdade, precisa de um corpo material, sendo necessário várias reencarnações para se libertar. De acordo com a lei da encarnação, ato ou efeito de encarnar, cada ser humano renasce no plano terreno a cada 132 anos, em média.

 2. Se uma pessoa vive somente 67 anos neste plano terrestre e, em seguida, eleva-se a uma vida mais alta pela transição, o espírito e a personalidade da referida pessoa permanecem no plano espiritual cerca de 65 anos antes de se reencarnar novamente, a fim de completar o ciclo de 132 anos. Plano espiritual é o setor ou esfera dos espíritos desencarnados; o "mundo invisível", de energias mais sutis, que rodeia e interpenetra os planos astral e físico. A criança que passa para o plano cósmico aos seis anos de idade tem de permanecer no mesmo 126 anos aguardando a próxima reencarnação. Em outras palavras, o renascimento em um novo corpo no planeta Terra ou em um outro planeta qualquer do Universo, de acordo com a evolução do espírito, acontecerá em média a cada 132 anos terráqueo. 

3. O espírito encarnado está sob a influência da matéria e recebe influência do mundo espiritual através da mente. Todos nós somos responsáveis pelos nossos atos, emoções, pensamentos e sentimentos. O humano que supera essa influência, pela elevação e purificação de sua alma, aproxima-se dos bons espíritos com os quais estará um dia. Aquele que se deixa dominar pelas más paixões e põe todas as suas alegrias na satisfação dos apetites grosseiros, aproxima-se dos espíritos impuros, dando preferência à sua natureza animal. Uma vez degradada, a alma tem que reencarnar várias existências em planetas que podem ser diferentes do nosso, num total de 700 vezes ou 92.400 anos terráqueos até a sua ressurreição definitiva. Não confunda reencarnação com ressurreição. 


4. No seu regresso ao mundo dos Espíritos ou plano espiritual, a alma reencontra todos os que conheceram na Terra e todas as suas existências anteriores se delineiam na sua memória, com a recordação de todo o bem e todo o mal que tenha feito. A união da alma, do períspirito e do corpo material constitui o homem; a alma e o períspirito sem o corpo constituem o ser chamado Espírito. Diariamente vivemos e travamos batalhas no campo espiritual. Sabemos que a população espiritual é três vezes maior que a população humana neste momento. Podemos também dizer que a expectativa de vida após 2018 será de 84 anos. Na volta ao plano espiritual todos os espíritos desencarnados passam pelo umbral antes de irem para as colônias espirituais. Esta é a lei da realidade universal, acredite se quiser. A garantia da humanidade atual é que Deus imortal vive na preexistência.  Chegou a hora de vencer o dragão. Liberte sua mente da religião e não seja radical. Somos seres espirituais temporariamente num corpo físico ou energia compactada. Fim.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

COMO VOCÊ FUNCIONA? QUAL É A PROPOSTA DO UNIVERSO?



Há uma inteligência criadora que é Deus, prontamente digna, que cuida de tudo o que existe no Universo e sobre a face dos planetas habitados. Deus, o grande arquiteto do Universo, a Consciência maior, a fonte vital de todos nós, não tem como propósito manter eternamente as almas cativas, com um corpo mental ou duplo etéreo no plano espiritual (colônias espirituais) e sim lhe dar um corpo físico e livre-arbítrio, para que ela possa habitar, multiplicar-se e povoar  todos os planetas dos sistemas solares existentes conhecidos ou não pelos habitantes da Terra.


Este mesmo Deus, a causa primária de todas as coisas, que tudo nos dá, nos ilumina nos trabalhos árduos, momentos e tarefas difíceis que realizamos a cada dia do nosso tempo de vida terrena. Todos os planetas, povos, florestas, montanhas, vales, rios, riachos, mares, árvores, plantas, flores, aves, pássaros, insetos, animais, peixes, o meio ambiente, as estações climáticas, sistemas de vidas e governos, são monitorados e auxiliados por milhares de anjos (inteligências), pelos mentores espirituais que são seres da hierarquia humana que estão no caminho da evolução e inteligências divinas encarnadas que trabalham harmoniosamente para a reconstrução da vida e um plano material de melhor qualidade e mais feliz, cabendo ao homem cuidar de tudo isto que esta a sua disposição e em beneficio dos seres viventes. Os anjos são imortais e não estão sujeitos a roda das encarnações.


Os anjos evoluem na luz de Deus e os homens na direção da luz visando a perfeição, a harmonia e a vida eterna. Não há interferência dos céus na vida dos humanos, no entanto, filhos da luz orientam os humanos através de sonhos, vidências, canalizações, insights, orações e intuições durante o ano todo. São eles que nos libertam de relações traumática, tristezas, dos sofrimentos carnais, medo, espíritos de loucura, da síndrome do pânico, das dúvidas humanas, das depressões, dos envolvimentos com encostos, estimula a compaixão com o próximo, aperfeiçoa o nosso espírito, promovem a justiça junto aos homens e que nos defendem do mal quando este se aproxima de nós.


Os sintomas tradicionais da presença de encostos são: medo, depressão, angustia, insônia, problemas no amor, dividas, briga em casa, vícios de drogas e álcool, empresários falindo, dividas eternas, etc. Caminhar na forma humana sobre a terra requer de nós compromissos, ações pessoais, responsabilidades, muita disposição, muito esforço, muita postura mental, confiança em Deus nosso Pai Celestial, muita sabedoria mundana, muita atitude de fé, determinação, consciência cristã, e adaptação às transformações que virão ao longo do tempo com encarnado. Entenda que a religião, as filosofias, os dogmas ou rituais não salvam ninguém.


 Depois da vida física, nos encontramos como corpos mentais acoplados ao ego, vivendo por cerca de 132 anos no plano espiritual à espera de uma nova reencarnação. No plano espiritual cada um se encontra com o que realmente ele é. Ao morrer todos nos podemos ver o nosso corpo físico estendido ao lado. A primeira morte é o desligamento da mente e do ego do corpo material. No plano espiritual, quando você deixa o corpo físico para se tornar um corpo mental, você vai diretamente para o lugar que tem a sua vibração. Devemos nos desligar na matéria da energia do apego, pois esta é prejudicial no plano espiritual para todos nós.


Anualmente, durante o período que vai de 31 de Outubro a 02 de Novembro (Finados) um turbilhão de anjos deixa o trono de Deus e invadem o planeta para a missão divina de reorganizar as atividades espirituais aqui existentes, manter o equilíbrio de todas as coisas, enviar correntes de forças, cura, amor, sabedoria, bênçãos e inspiração a todos os seres, concretizar os desejos e pedidos dos seres humanos e através das orações dos humanos de boa fé retiram do planeta as cargas de energias negativas que afetam as pessoas no seu dia a dia. 287


Nestas épocas os anjos também promovem um arrebatamento no plano espiritual levando consigo para a dimensão celestial, as almas que deixaram de ser um corpo mental, sem pensamentos e ego, para ser uma essência da vida que não reencarna mais. A seguir os céus se fecham, perde-se o contato com os céus e o homem continua sua vida muito rápida, efêmera, transitória, momentânea, vivendo na sua capacidade funcional, com metas e leis morais rígidas em descompasso com sua vida, até que haja uma outra abertura celestial no ano vindouro quando tudo novamente se repetira.


Concluindo, somos almas eternas, plasmada na matéria viajando individualmente numa jornada cósmica. Podemos até dizer que somos poeira de estrelas espalhadas no infinito vivendo a todo o momento em um grupo karma (no mesmo nível que você) com companheiros de jornada enfrentando desafios para a sobrevivência humana. Esta é a realidade além da vida. Procure sempre ouvir o seu interior de maneira intuitiva.



sábado, 3 de setembro de 2016

A SOBREVIVÊNCIA HUMANA

A sobrevivência neste planeta depurador é muito difícil devido a fatores já conhecidos e mencionados anteriormente, como a falta de oportunidade para novos empregos, carência afetiva, falta de objetividade, falta de dinheiro, de saúde, de colocação no mercado de trabalho, de relacionamento familiar, emocional, mental, de influencias negativas, pobreza, miséria, catástrofes, etc. Somente a paciência e a confiança no Eterno poderá nortear as atitudes de prosperidades do ser humano em momentos de desesperança e tribulações. Muitos, principalmente os ateus, obtêm conforto principalmente no relacionamento com a família e amigos, comida e bebida, animais de estimação, musica, televisão, literatura, artes e entretenimento, esportes ou exercícios, meditação, psicoterapia, drogas e trabalho. Portanto, reflita sobre sua vida, os anseios da família, dos compromissos e dividas eminente, cuide do seu corpo que é neste momento sua verdadeira casa e não um abrigo e ocupe sua mente com desejos de sorte e felicidade.


 Entenda que se você não existir o sol continuará brilhando para outras pessoas. Mantenha os seus pensamentos na grandeza do Universo Cósmico e na Energia Cósmica Universal que é Deus o Pai todo poderoso. Mal olhado é uma energia negativa produzida pelo próprio ser humano. Uma influencia negativa é produzida pelos encostos ou espíritos de baixa evolução. Não desvirtue o seu coração e a sua energia natural para coisas erradas ou insólitas e continue sua missão de sobreviver. Você esta vivendo num grupo karma. O grupo karma mais fechado é a família. Ex: o pai, a mãe, o marido, a esposa, os filhos, as filhas, os netos, a nora, o genro. No entanto, há participantes indiretos do seu grupo karma, ou seja, pessoas que vivem no mesmo período em que você esta encarnado no planeta Terra, mas não tem convivência direta com você, Ex: o presidente da Republica, o papa, uma vizinha, o patrão, um primo distante, seu colega de trabalho, o carteiro, um transeunte, o prefeito da cidade, os amigos de seu filho, etc. Pessoas que viveram neste planeta antes de você nascer ou falecer não pertencem ao seu grupo karma. Ex. Pedro Álvares Cabral, Noé, Moisés, Buda, etc. Sempre aconselhamos que o homem assuma o seu papel de chefe de família e não perca tempo com futilidades.


Ele é quem tem a responsabilidade divina enquanto alma encarnada masculina de conduzir a família para uma vida mais segura, sem transtornos financeiros, com mais devoção ao cosmos e ao Eterno, exigindo sempre a presença do Senhor nas decisões que possa tomar. A Ele não é dado o direito de prejudicar o seu corpo biológico com uso de bebidas, drogas, mentiras, abusos ou exorbitâncias. Suas ações, suas vontades, sua passagem pela Terra, sua luta pela sobrevivência serão apenas uma recordação para quem com Ele conviveu no seu grupo karma. Com sua morte biológica seu cadáver se decomporá no mínimo em 3 anos.  A nossa maior riqueza é a simplicidade. Não se iluda com esta existência, você está apenas de passagem num mundo temporal. Gerar crises é normal e é parte protagonista do sistema.


quarta-feira, 3 de agosto de 2016

CRONOLOGIA HUMANA

A origem do ser humano no planeta Terra é uma grande incógnita. No entanto, estudos, observações e canalizações espirituais demonstram que a vida veio do Universo e que nossos ancestrais são alienígenas. A raça humana está presente no Universo em diversas galáxias e em diversos sistemas planetários com planetas em condições de vida semelhantes a da Terra sendo que em alguns lugares convivem amigavelmente com os OVSE´s. A primeira raça humana a surgir em toda a Via Láctea pertenceu à categoria ariana pura, que é natural do sistema estelar de Lira. Quando adquiriram a tecnologia da navegação espacial, passaram a colonizar planetas de diversos sistemas estelares para a expansão de seus domínios.


A chegada dos humanos airianos ao planeta Terra, provenientes do sistema de Belatrix na Constelação de Orion (242,9 anos-luz) que são uma sub-raça dos arianos de Lira com os Zetas, deu-se em 11.500 a.C. vindo estes a viver gradativamente dentro dos limites do império Alexandrino (correspondendo hoje parte da Turquia, Grécia, Síria e Egito) e Norte da Mesopotâmia. De airiana que em sânscrito significa nobre surge a palavra Irã nome de parte daquela região.


 No mundo antigo, os humanos airianos ou medos ultimamente que se dedicavam a guerra, possuíam conhecimento do espaço sideral, experimentos em ambientes de microgravidade, dos portais multidimensionais, da clonagem reprodutiva e dos sistemas estelares vizinhos de Orion, conheceram neste planeta humanos primitivos, nômades, livres, sem posse e com futuro incerto que aqui habitavam, o homo sapiens sapiens que viveram de 35.000 a.C a 12.000 a.C na atual Europa, Ásia e África do Sul. Neste tempo distante, esta raça de humanos vivia na pré-história.


 No ano 30.000 a.C. na idade do gelo havia duas espécies de humanos predadores dominantes na Terra. Aos poucos, passaram a ser comunicar uns com os outros e a inventarem as primeiras religiões. Admiravam e respeitavam os fenômenos da natureza e os elementos naturais como água, sol, lua, terra e posteriormente o fogo.  A revolução agrícola ocorreu entre 9.300 a 5.000 a.C. na região que abrange do norte da Grécia à Pérsia (atual Irã), e do rio Jordão a Criméia.


 No ano 8.000 a.C. os habitantes de Jericó, no vale do Rio Jordão, viviam de trigo e cevada, criavam cabras, carneiros, bois e cães. A história registrada na Bíblia conta o começo da família humana adâmica e explica como viemos a existir aqui na Terra. Ela até mesmo nos leva de volta a tempos remotos antes dos humanos adâmicos terem sido criados (4.026 a.C.), fornecendo-nos dados e fatos sobre a formação do planeta Terra. A partir do ano 3.000 a.C. povos semitas (acádios, assírios e babilônios) se instalaram na Mesopotâmia. A Mesopotâmia é a região delimitada pelos vales férteis dos rios Tigre e Eufrates (atual sul da Turquia, Síria e Iraque). As primeiras civilizações da antiguidade surgiram ao longo de grandes rios.


 A partir do fim da pré-história, o homem começou a agrupar-se em torno de uma idéia religiosa, tendo em comum a adoração por vários deuses (politeísmo). Em 2.000 a.C., era dos pastores de ovelhas, os povos do Mediterrâneo e do Oriente Médio na antiguidade eram formados pelos Iberos, Celtas, Berberes, Etruscos, Romanos, Gregos, Egeus, Hititas, Acádios, Fenícios, Arameus, Egípcios, Armênios, Assírios, Sumérios, Árabes, Indo-arianos, Medos e Persas. No ano 536 a.C. Ciro era o primeiro imperador da Pérsia e os magos (sábios) formavam uma casta religiosa de sábios. Foi Ciro quem libertou os Hebreus do cativeiro da Babilônia.


Nesta época a língua de comércio e diplomacia era o aramaico. Os sumérios foram edificando ao longo dos séculos torres, pirâmides e casas com todo o conforto para seus “deuses” a quem ofereciam sacrifícios enquanto aguardavam o regresso – e a cada cem anos eles retornavam. A astronomia suméria era extremamente avançada. Os romanos sempre foram tolerantes com outras crenças e religiões para o seu próprio benefício que era o de manter o seu império. O Cristianismo só surgiu 30 anos após a morte de Jesus.


Os ensinamentos de Cristo juntaram-se a Bíblia dos Hebreus e o Cristianismo prometia a salvação eterna daqueles que acreditassem e praticassem os ensinamentos de Jesus e dizia que Satã era responsável pela maldade existente no Mundo. Desde os primórdios das civilizações, o homem, intuitivamente, traz consigo a idéia de algo superior a ele.


O homem atual é descendente: dos humanos adâmicos, provenientes do sistema estelar de Vega na Constelação de Lira, berço estelar de vida, distante da Terra a (23,5 anos-luz), que conheciam outros sistemas planetários semelhantes a Terra e que habitaram ao longo do Mar Mediterrâneo; dos airianos de Belatrix que possuíam grande capacidade intelectual; dos pleiadianos - Arianos do tipo nórdico, (2.685 a.C.) provindos do sistema de Aldebaran uma estrela gigante vermelha (65 anos-luz) na Constelação de Touro, que possuíam pleno conhecimento dos sistemas estelares, das viagens espaciais e planetas de Andrômeda, da Constelação de Orion, das Plêiades - que são um aglomerado estelar com mais de 400 estrelas e milhares de planetas distantes da Terra (410 anos-luz) e de Miaplacidus.


 Habitaram o Egito dedicando-se a inspirar os humanos terrestres a religiosidade, ao culto ao Deus Sol, a tomar de volta a sua força interior criando uma nova realidade para eles mesmos (auto-educação e autoconhecimento) e mantinham estreita ligação com os Adâmicos de Lira; ou dos capelinos, espíritos que ao desencarnarem, foram expurgados de um dos planetas do sistema de Capela (42,2 anos-luz) uma estrela gigante amarela da Constelação de Auriga que se instalaram nas regiões junto a Babilônia na Mesopotâmia (5.407 a.C.) atual Iraque. Os capelinos, agora babilônios eram grandes arquitetos e construtores.


 Possuíam diversos atributos que os distinguiram das outras espécies incluindo o poder ilimitado da mente e da imaginação. Os babilônios foram os precursores da ciência astronômica. Detinham o segredo dos contatos com seres espirituais de mundos elevados, disposição para as guerras e falavam constantemente sobre as cinco regiões do Universo, da vida após a morte e da reencarnação. Babilônia foi uma cidade inconquistável e o rio Eufrates a dividia ao meio. Era a jóia dos reinos, a glória e orgulho dos caldeus. Os medos e os persas formaram uma coalizão para derrotar a Babilônia. A Média lutou sob a liderança de Dário e a Pérsia sob a liderança do Rei Ciro e assim, terminou o magnífico império babilônico e teve início ao império medo-persa.


 Enfim, somos seres da quarta dimensão vivendo na terceira dimensão enquanto estamos encarnados. Como alma-vivente nos manifestamos através de pensamentos, palavras e ações. A alma tem  natureza divina.


domingo, 3 de julho de 2016

O COMPLEXO UNIVERSO

O universo como cientificamente sabemos é infinito e falarmos dele sem mencionar o seu Criador é quase impossível. Sabemos que Deus é a sapiência maior em todos os tempos em todo o lugar, sendo a causa primaria de todas as coisas. Por mais que tentemos evitar a menção do seu nome junto à criação do ser humano, o homem já esta habituado a encontrá-lo nas Escrituras Sagradas, na Tora, no Alcorão, etc. Até o ateu já ouviu falar Dele embora não acredite na sua existência. Seres diferentes povoam o imenso espaço sideral como humanos, humanóides, anjos, espíritos, etc. No Universo somente os humanos têm natureza espiritual.


 Os humanóides não têm espírito e viajam pelo Universo através de portais dimensionais. Neste momento, você esta vivendo no subúrbio da Via Láctea no braço direito de Orion. Daqui de baixo, olhando para o céu em noites de verão podemos ver nitidamente a constelação de Orion com suas famosas três Marias, as estrelas Sírius, Procyon, Aldebaran e as Plêiades, descrevendo com grande regularidade órbitas precisas que nos maravilham. Há uma grande unidade nas leis do cosmos; através do espectro de vida e não vida, desde as partículas subatômicas do microcosmo até à extensão macrocósmica do universo e a integração se manifesta em cada nível. Mas o que isto tem de importante em nosso estudo?


Podemos nitidamente perceber que com os nossos atuais padrões de velocidade, seria completamente impossível uma viagem tripulada a planetas extra-solares através de veículos espaciais. No entanto, foi a partir do centro da Constelação de Orion que começou nossa viagem cósmica para a Terra, quer sob a forma de transmigração de almas ou pela travessia de portais dimensionais em tempos remotos, como foi em Atlântida, 287,  Stonehange, nos templos incas, maias e do portal dimensional anteriormente existente e ancorado nas grandes pirâmides do Egito. Existe no universo muita forma de matéria e de energia.


Tudo no universo é composto de duas formas básicas: Matéria: É tudo aquilo que ocupa lugar no espaço e possui massa, ou seja, tudo o que podemos tocar a nossa volta, ou colocar em uma área (ar atmosférico). Energia: Tudo aquilo que pode alterar a matéria ou executar algo, através de uma força, ou seja, aquilo que sentimos e não é matéria (calor, pressão, som, movimento, eletricidade, etc). Existe no Cosmos sistemas planetários com mais de um sol; em outras galáxias, sistemas com três sóis e até mais, ou seja, lá não há noite.


Existem inúmeras raças extraterrestres, de matérias e corpos diferentes, adaptados à formação e estrutura básica do seu planeta de origem, para sua sobrevivência no mesmo. Tudo parece complexo ao leigo, más na verdade, o entendimento é muito fácil. Não importa quantas civilizações passaram pela Terra, o importante é o legado de conhecimento que nos deixaram para o nosso aperfeiçoamento ético-moral e espiritual. Más o que deve ser de nosso conhecimento é que o mal está presente em todo o Universo e que existem colônias de recuperação espirituais por toda a galáxia. Nestas colônias espirituais, os espíritos se preparam para uma próxima reencarnação. Além das fronteiras da criação, existem mundos com atividades específicas para a obra de Criador que são os mundos de Seiphas.



 A Terra foi destinada a vida humana e não serão as guerras do Oriente Médio ou as mencionadas nas profecias de Daniel (606-536 a.C) e João, o apóstolo, na Ilha de Patmos na Ásia Menor (90 d.C), que irão extinguir os humanos do planeta. O Universo é uma prova da existência do Criador. A vida humana tem como única fonte de sabedoria o seu Criador. A alma dos mortos reencarna cada vez em um nível mais elevado. Nós fomos criados para viver eternamente na vibração do Criador. Precisamos de algo para nos sustentar. Talvez a esperança.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

VIAJANTE SOLITÁRIO




  Somos parte do universo construído por Deus e por ele caminhamos há muitas encarnações em infinitas moradas. Os seres humanos ou espíritos de luz encarnados, são poeiras das estrelas dotado de uma essência divina ou alma. Vivemos num plano tridimensional e temporal. Podemos observar que há ferro no sangue, cálcio nos ossos e elementos pesados no corpo físico. Os materiais que conhecemos e a matéria do que somos feitos começaram como átomos produzidos pela explosão de estrelas.  Há duas formas de se caminhar pelo espaço sideral.


Uma através da reencarnação. Como um espírito de luz proveniente do plano astral, encarnando no planeta B, do sistema estelar X, na galáxia Z, de acordo com o grau evolutivo na escala espiritual que ele se encontra no momento. Através da fecundação surge após nove meses uma nova criança no mundo, processo este em que um espírito de luz imortal toma um corpo físico mortal para viver entre nós e cumprir sua missão no planeta Terra até o dia do seu retorno ao plano astral (morte física). Neste mundo evolutivo e de sofrimento, uma pessoa de acordo com o seu karma sofre de forma diferente da outra. Um mesmo espírito pode reencarnar várias vezes na Terra.


 Por exemplo, um espírito que encarnou no planeta Terra há 35.000 a.C. e não alcançou o seu grau de evolução merecido para encarnar em um mundo regenerado em outra parte da Via Láctea já reencarnou aqui 215 vezes. Esta geração agora encarnada, já teve e terá muitas existências corporais em diferentes mundos. Muitos espíritos por razões desconhecidas têm sua missão abortada e retornam ao plano espiritual.  Lamentável mais é verdade. Só deixaremos definitivamente este planeta que é um planeta de provas e expiações de forma efetiva, quando atingirmos o nosso estágio de santidade ou homem espiritual.


 Até então, subiremos ao plano astral e desceremos constantemente ao planeta Terra, como um aluno que repete sempre a mesma série no ensino fundamental.  Para ser promovido será preciso que tenha conceitos, merecimento e qualificação para tanto. A outra forma, como um espírito de luz agora encarnado no planeta B, do sistema estelar X, na galáxia Z, ir para o planeta D, do sistema estelar J, na galáxia P ou para o planeta H, do sistema estelar X da mesma galáxia Z, através de um portal dimensional que é uma abertura no tecido do espaço e tempo permitindo que se vá de um lugar a outro sem cruzar o espaço entre eles ou para um universo inteiramente novo. Este processo que se chama Transmigração é muito utilizado por inteligências extraterrestres. Teoricamente, podemos ir a outro lugar no espaço e no tempo através de portais, brechas ou aberturas nas leis do universo.


 Portal dimensional é uma abertura, às vezes com quilômetros de largura, pela qual passamos coisas ou objetos de um espaço para outro sem ser destruído por ondas gravitacionais. Você poderá surgir em outro local do espaço, em outra parte do universo ou para fora do universo. O universo é cheio de buracos negros que podem originar outros universos como bolhas de sabão em uma banheira. Se não houvesse estrelas o universo seria só hidrogênio e nada do que conhecemos existiria.


 Talvez sejamos o universo tentando entender a si mesmo. Mesmo assim ficam estas perguntas para sua reflexão. 1. De onde viemos? 2. Para onde vamos? 3. Existem outros mundos? 4. O que há fora do Universo? 5. O que aconteceu antes do início do universo? 6. O que acontecerá se o mundo acabar? Já pensou nisto? Então agora é a sua oportunidade para refletir e se transformar em um homem ou mulher espiritual. Reflita e seja uma nova criatura emocional.